Pedro Raimundo

Postado por Mauro dos Reis | quinta-feira, julho 09, 2009 | , | 0 comentários »

Nascido em Imaruí SC 29/6/1906- e falecido no Rio de Janeiro RJ 9/7/1973. Filho do pescador e sanfoneiro João Felisberto Raimundo, começou a tocar sanfona aos oito anos. Foi pescador até os 17 anos, quando passou a trabalhar na construção da Estrada de Ferro Esplanada-Rio Deserto SC. Morou em Lauro Muller, Blumenau e Laguna SC, fixando-se em Porto Alegre RS em 1929. Na capital gaúcha foi condutor de bondes e inspetor de tráfego, tocando sanfona em cafés do Mercado, nas horas de folga. Em 1939 foi chamado a trabalhar na Rádio Farroupilha, de Porto Alegre, onde organizou o Quarteto dos Tauras. Em 1942 excursionou pelo interior do Rio Grande do Sul e no ano seguinte foi ao Rio de Janeiro RJ, onde se apresentou no show Muraro, da Rádio Mayrink Veiga, e em programas da Rádio Tupi. Em seguida Almirante o levou para a Rádio Nacional. Contratado pela emissora, transferiu-se definitivamente para o Rio de Janeiro, lançando ainda em 1943, pela Columbia, seu primeiro disco, com o choro Tico-tico no terreiro e o xótis Adeus Mariana (ambos de sua autoria). Sua descontração e exuberância valeram-lhe o slogan de O gaúcho Alegre do rádio: alternava, em suas apresentações, músicas alegres com outras sentimentais. Foi o primeiro artista típico gaúcho a alcançar fama nacional. Apresentava-se com bombachas, lenço no pescoço, botas, esporas, chapéu e guaiaca. Percebendo a aceitação do seu traje regional, Luís Gonzaga sentiu-se estimulado a apresentar-se como sertanejo nordestino. Atuou nos filmes Uma luz na estrada, de Alberto Pieralise, em 1949, e Natureza gaúcha, de Rafael Mancini, em 1958.

Obras
Adeus, Mariana, xótis, 1943; Adeus, moçada, polca, 1944; Chico da roda, chorinho, 1947; Escadaria, choro, 1944; Gaúcho largado, toada, 1944; Mágoas de amor, tango, 1945; Meu coração te fala, valsa, 1945; Na casa do Zé Bedeu, polquinha, 1947; Oriental, baião, 1954; Prece, tango, 1950; Sanfoninha, velha amiga, polca, 1961; Saudade de Laguna, valsa, 1943; Se Deus quiser, xótis, 1943; Tá tudo errado (c/Jeová Rodrigues Portela), polca, 1948; Tico-tico no terreiro, choro, 1943.

Enciclopédia da Música Brasileira: erudita, folclórica e popular. São Paulo, Art Ed., 1977. 3p.

O texto acima não representa a biografia completa do artista, mas sim, partes importantes de sua vida e carreira.

mais sobre o artista e sua biografia
www.chasquepampeano.com.br/biografias.html

e

http://www.revivendomusicas.com.br/biografias_detalhes.asp?id=310

http://www.carosouvintes.org.br/blog/?p=3851

video com Pedro Raimundo
http://www.youtube.com/watch?v=cAuN-BQAe1o

Esse texto foi-me enviado pelo Hilton Luiz Araldi

0 comentários