Poesia: Prenda Minha de Telmo de Lima Freitas

Postado por Djeine A. Dalla Corte | domingo, março 08, 2009 | , , , | 0 comentários »


Neste Dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, uma singela homenagem do Blog Gaudérios a todas as mulheres gaúchas:

Prenda Minha

Telmo de Lima Freitas

Hoje é treze sexta-feira prenda minha é dia de louvação
Me fugiram os amigos mais antigos me deste consolação
Já passaram muitas luas, prenda minha muitas luas já passei

Fiz promessas pro negrinho coitadinho por isso que te encontrei
Acho cedo muito cedo prenda minha pra dizer que escureceu
Foi a noite dos teus olhos prenda minha que acordou os olhos meus
Foi teu riso disfarçado prenda minha que laçou meu bem-querer
Se eu fugir do sul do mundo num segundo voltarei prá te rever

Abre o poncho desta alma prenda minha que eu preciso me abrigar
Se o inverno for intenso como penso muito frio eu vou passar
Hoje é treze sexta-feira prenda minha é dia de louvação

0 comentários