Prenda do Mês de Março - Josi Hellem Vernetti

Postado por Djeine A. Dalla Corte | quarta-feira, março 04, 2009 | , | 0 comentários »

Josi Hellem Vernetti tem 23 anos e é universitária de Administração.

Gaudérios: Tu és natural de que cidade? Falas um pouco de ti e de tuas raízes.

Josi: Bueno, sou natural de Porto Alegre, criada no extremo sul da cidade, área rural perto dos campos sendo iniciada na lida de campo através do meu avô que sempre foi um apaixonado pela nossa cultura, cresci entre amigos gaudérios nas cabanhas nas horas de lazer cuidando e sempre aprendendo sobre umas de minhas paixões, os cavalos, e gracias ao patrão velho só fui sendo rodeada por pessoas que cultuam o mesmos valores tradicionalistas!!!

Gaudérios: Qual a relação que tens com a tradição Gaúcha atualmente?

Josi: Não sou de freqüentar bailes por pura falta de tempo, mas a essência da alma campeira é o que me liga a esse amor incondicional, a verdadeira mulher do campo por mais que viva na cidade modernizada sempre levará a seiva da raiz cravada nesse sul lindo, e juntamente com meu paysano (namorado) Daniel Irion que também é um gaúcho taura de tradição, cultuamos nossa devoção as tradições através dos mates, charlas sobre as lidas e ouvindo a mais pura música do nosso estado, importante ressaltar que até o namoro dos verdadeiros gaudérios é especial, coisa linda uma poesia escrita com nosso vocabulário típico e matear juntos é encantador.

Gaudérios: Para você o que é ser uma autêntica prenda?

Josi: Mas Tchê, é o que eu digo sempre, prenda não é só se pilchar de belos vestidos, participar de concursos culturais e ganhar faixas de piquetes e CTGs, creio que a prenda hermosa além claro desta mimosice que encanta e faz parte de nossa cultura deve ser aquela guria que coloca sua bombacha, as botas, um chapéu bem tapeado e vai a frente levando a bandeira do puro tradicionalismo. Até me chamam de chucra, mas tchê, a simplicidade de ser de campo e alma nos torna as verdadeiras prendas, as quais sentem brotar dentro do peito o amor e o respeito puro à nossa história. Sabe quando você sente o pêlo arrepiar ao abrir de uma gaita? Ou o coração pulsar no mesmo ritmo do bumbo leguero e um sapateado bem macanudo? É assim que eu me sinto uma verdadeira prenda gaúcha, tendo o orgulho de saber que em minhas veias corre sangue farrapo!

Gaudérios: Dentre as tradições e costumes típicos do povo gaúcho, quais você considera mais importantes e procura vivenciar em seu cotidiano?

Josi: Não teria como enumerar as mais importantes, pois todas para mim são de suma importância, nem sempre é possível realizá-las na cidade grande, mas como resido ainda nesta área rural ou agraciada por Deus, o mate cevado a capricho no raiar do sol ou nas tardesitas de charla e prosa, a boa música gaúcha, as danças e reuniões nos centros de tradições e, é claro, o autêntico churrasco gaúcho preparado ao som da gaita e acompanhado de uma canha bem gaudéria, sabe aquela que te faz gritar “alachergaaaa”!!!


Gaudérios: Em relação à Cultura Gaúcha: qual tua música preferida?

Josi:O campo e No Desdobrar das Auroras de Cézar Oliveira e Rogério Mello e Luiz Marenco em geral, tche difícil dizer amo tantas!

Poesia?

Josi: Mimosa de Vaine Darde, mas Jaime Caetano Braun é incontestável!

Livro? Lenda?

Josi: Amo a nossa batalha farrapa!

Sites? Comunidades?

Josi: Gosto do Apaysanado.com e o Blog Gaudérios, e olha onde vim parar? heheh


Gaudérios: Qual o comentário que gostarias de fazer para complementar nossa conversa, por favor, fique a vontade?

Josi: Bueno, o que deixo aos leitores é um imenso prazer em poder dizer o quanto sou apaixonada e devota a essa tradição linda que nos foi dada de presente em berço sulino ao nascermos neste estado.

Poder dizer que o prazer em ser gaúcha nos infla o peito, nos faz especiais aos olhos do Brasil inteiro, pois é de prache vermos publicado por aí temáticas referentes ao nosso povo, as quais afirmam que somos um povo autêntico, cantamos nosso hino com tanta emoção como em nenhum outro estado, somos pioneiros em diversas áreas, um povo, como o próprio hino diz: "aguerrido e bravo"!

O Brasil sente orgulho e uma pontinha de inveja das nossas glórias e conquistas, pois o sangue farrapo derramado sobre essa terra serve até hoje de adubo para nosso campo e engorda nosso gado admirado no mundo inteiro. Nossa terra é rica, é linda e nada mais me deixa tão feliz do que bater do peito e dizer: Eu sou Gaúcha tchê!!!


Sobre a mulher gaúcha que sou nas palavras de Jayme Caetano Braun:

"O teu cetro de realeza!
E o trono da natureza
É teu, chinoca lindaça...
Pois tu refletes com graça
As fidalgas Açorianas
Charruas e Castelhanas
Vertentes vivas da raça!"
(Poesia: "China")

"Nasci no meio do campo
Na costa do banhadal
Dentro dum rancho barreado
De chão duro e desigual
Meu berço foi um pelego
Sobre um couro de bagual."
(Poesia: "Meu Rancho")


Gaudérios: É sem palavras que terminamos essa entrevista com a prenda Josi Hellem Vernetti, pois suas respostas expressam o sentimento de muitas gaúchas e gaúchos com relação ao nosso estado. Ficamos honrados em tê-la como parte do quadro Prenda do Mês pois, mesmo não sendo uma "prenda de faixa", é uma autêntica prenda gaúcha. Abraços a Todos!

Gostastes da entrevista? Então deixas teu comentário!
O Blog Gaudérios agradece!


0 comentários