2. A TERRA DE NINGUÉM

Postado por Djeine A. Dalla Corte | quarta-feira, agosto 03, 2011 | , | 0 comentários »

Momentos históricos escolhidos para a Semana Farroupilha de 2011, para explorar as raízes da formação sócio-cultural do gaúcho sul-rio-grandense:


2. A TERRA DE NINGUÉM

O período compreendido entre a chegada dos jesuítas e a chegada dos portugueses caracterizou-se pela ausência de governo, de regramento e de organização mínima daquela “sociedade” que começava a aparecer, com predomínio da exploração do gado e o comércio do couro. Surge aí o tipo humano denominado “gaudério”, depois batizado de gaúcho. Foi nesse período que os portugueses instalaram a Colônia do Sacramento (1680), às margens do Rio da Prata e intensificou-se a movimentação de tropas entre Laguma e o Sacramento, especialmente pelo litoral. Surge, no cenário, Cristóvão Pereira de Abreu que é considerado o primeiro tropeiro. Esse tropeiro abre o primeiro caminho para levar tropas de gado e mulas do Rio Grande do Sul para a Província de São Vicente, hoje São Paulo. Era o início do tropeirismo.

MANOELITO CARLOS SAVARIS

Semana Farroupilha de 2011
"Nossas Raízes"

0 comentários