Companheira - Pedro Ortaça

Postado por Djeine A. Dalla Corte | domingo, maio 24, 2009 | , , | 0 comentários »

Flor gaúcha, alma da querência.
Companheira de muitas caminhadas
Fibra de mulher, doce paciência
Das sangas cruzando as canhadas.

Companheira, Companheira
Que eu sonhei desde guri.
Aroma de flor silvestre,
caty-porã ivoti.

No jeito belo de servir o mate,
No gesto firme diante as incertezas.
Quanto apoio no mais duro embate,
Quantos carinhos p'ra matar tristezas.

Companheira, Companheira
Que eu sonhei desde guri.
Aroma de flor silvestre,
caty-porã ivoti.

Vamos mateando nossas alegrias,
Veja que lindos filhos que criamos.
Aquecendo o nosso amor todos os dias
São seivas puras dos mates que sevamos.

Companheira, Companheira
Que eu sonhei desde guri.
Aroma de flor silvestre,
caty-porã ivoti.

0 comentários